9ª edição do maior evento de energia eólica da América Latina traz as últimas novidades e debate o futuro do setor

Com 13,4 GW de capacidade instalada, mais de 530 parques eólicos e batendo recordes recentes de abastecimento de mais de 70% do Nordeste e cerca de 14% do Brasil, o setor de energia eólica brasileiro chega a um momento de maturidade e se prepara para os desafios do futuro.

É neste ambiente promissor que teve início na manhã desta terça-feira (07/08), no Rio de Janeiro, o maior evento de energia eólica da América Latina, o Brazil Windpower, evento que, nesta nona edição, vai discutir tecnologias disruptivas que vão mudar o setor elétrico. O evento é realizado pela Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), pelo Conselho Global de Energia Eólica (GWEC) e pelo Grupo CanalEnergia.

“O futuro que vamos discutir nos três dias de evento já não é mais uma ficção científica. Ele é uma realidade que está se aproximando cada vez mais rápido e precisamos nos preparar. Estamos falando de transição energética; de carros elétricos, o que vai exigir muito mais energia da rede; de parques híbridos; de sistemas de armazenamento aliados às fontes variáveis; geração distribuída; de quarta revolução industrial; da queda do preço das energias renováveis e de muito mais. Este futuro trará muitos desafios e precisamos sair da zona de conforto para poder discuti-lo. O Brazil Windpower deste ano será um evento de muitas perguntas, de dúvidas, de um ato de construir juntos as soluções para este futuro”, ressalta Elbia Gannoum, Presidente Executiva da ABEEólica.

Os três dias de evento contam com palestras, painéis de debates, workshops e feira de negócios, com expectativa de participação de cera de 2.500 pessoas, entre congressistas renomados, expositores e as principais autoridades do setor eólico. “Brazil Windpower é um ambiente de ótimas oportunidades de negócio, propício a novos investidores. Dentre seus participantes, mais de 68% possuem forte poder de influência e decisão em suas empresas, fazendo do BWP uma oportunidade única de networking e impacto de marca. Ainda há tempo de participar”, afirma Rodrigo Ferreira, Presidente e fundador do Grupo CanalEnergia.
 

Sobre os organizadores
GWEC – O Global Wind Energy Council ajuda a abrir novos mercados para a energia eólica. O GWEC tem um histórico comprovado de sucesso para ajudar a construir a indústria de energia eólica nos mercados emergentes ao redor do mundo, incluindo China, Brasil, México, África do Sul e Índia.

ABEEólica - Associação Brasileira de Energia Eólica é uma instituição sem fins lucrativos, que congrega e representa a indústria de energia eólica no País, incluindo empresas de toda a cadeia produtiva.

UBM | Grupo CanalEnergia – Em junho de 2018, a UBM tornou-se parte da Informa PLC, grupo líder em serviços de informação B2B e o maior organizador de eventos B2B no mundo.

Para saber mais e para as últimas notícias e informações, visite: www.ubmbrazil.com.br e www.informa.com.

SERVIÇO: Brazil Windpower 2018 - Conference and Exhibition
DATA: de 07 a 09 de Agosto
ABERTURA: 16h30 – Com presença do ministro Moreira Franco
LOCAL: Centro de Convenções SulAmérica - Rio de Janeiro - RJ
MAIS INFORMAÇÕES: http://www.brazilwindpower.com.br/