Expositores aprestam tecnologia de ponta para a indústria eólica brasileira

Acesso a todas as novidades e tecnologias de ponta para a cadeia da indústria eólica foi o que as principais empresas expositoras da feira de negócios da 10ª edição do Brazil Windpower apresentaram para os visitantes. O evento, que reúne os líderes do mercado eólico nacional e internacional em São Paulo, desde esta terça-feira (28), não para de surpreender.

Dentre os destaques da feira, atenção especial para as soluções de realidade aumentada e monitoramento apresentadas pela ABB. Líder de tecnologia pioneira com uma oferta abrangente para indústrias digitais, a empresa trouxe para o Brazil Wind Power 2019 algumas novidades de seu portfólio de Power Grids. Entre os destaques escolhidos pela empresa para a feira estão os óculos de realidade aumentada, destinados a serviços de manutenção à distância, e soluções de monitoramento e análise de dados. Os produtos já fazem parte do portfólio global da ABB.

O vice-presidente de Marketing e Vendas da ABB, Glauco de Freitas, ressaltou o potencial de negócios do evento e aprovou a mudança de casa. “Inicialmente eu estava meio duvidoso sobre a vinda para São Paulo. Mas agora, percebo claramente que a vinda deste, que é o evento mais importante do setor eólico, para o centro decisório do país, foi muito acertada”, afirmou Glauco, que ressaltou ainda o aumento considerável de público e expositores no BWP.

Destaque também para o stand da Goldwind, que nesta edição apresentou a conclusão da primeira parte dos projetos dos parques eólicos Acaraú, Aracati, e Água Doce, da Energimp, que ficam nos estados de Santa Catarina e Ceará. A empresa também apresentou ao público um programa de responsabilidade social e corporativa para América do Sul, no Brasil, em parceria com a Cruz Vermelha.

Rafael Guerra, Gerente de Desenvolvimento de Negócios no Brasil da Goldwind, explicou que a empresa não possui fábrica no Brasil e atua na importação de equipamentos importados da China, de forma competitiva. O Executivo também aprovou a vinda do BWP para a capital paulista. “Tem sido fantástico. A mudança para São Paulo de fato se mostrou bastante acertada para os nossos negócios. Estamos trabalhado firmes para trazer competitividade para o mercado brasileiro”, afirmou.