IMPRENSA BRAZIL WINDPOWER 2020

Para especialistas, ausência de regulação atrapalha avanço de projetos híbridos no país

Ao participar de painel no BWP, o Diretor do ONS, Luiz Carlos Ciocchi, disse que o órgão vê com bons olhos a expansão das renováveis e afirmou que o ONS vem A falta de regulação adequada foi apontada por especialistas como um empecilho ao avanço de projetos de usinas de geração de energia hibridas no Brasil.

Para a Head of Regulatory Affairs da Enel Brasil, Anna Pacheco, o país precisa avançar o mais rápido possível no tema para atrair investidores para projetos híbridos. “A principal barreira aos projetos híbridos é a ausência de regulamentação. Ainda enfrentamos muitas dificuldades para a emissão de outorga para mais de um tipo de fonte”, explicou a executiva, destacando a importância da Consulta Pública aberta recentemente pela ANEEL, para tratar do tema.“É muito importante tentar acelerar esse processo, de forma que possamos ter essa regulamentação no primeiro semestre de 2021.  Seria uma forma muito boa de começar o ano”, complementou Anna Pacheco.

Sobre o tema de armazenamento (storage), James Ellis, da Bloomberg New Energy Finance, afirmou que o mundo ainda tem um longo caminho a percorrer na evolução de tecnologias de armazenamento, como baterias e outras fontes. De acordo com o executivo, o tema deverá atrair investimentos da ordem de R$ 662 milhões até 2040.

Os debates foram feitos no painel "Desenvolvimento de storage e híbridos", que teve como moderador, Erik Rego, Diretor de Energia Elétrica da EPE, e contou ainda com a participação de Hernando Ariel Castillo Diaz, da Head of Hybrid and.

PDL Horário – Simultaneamente, especialistas e executivos debateram os impactos da entrada em vigência do PLD Horário, a partir do primeiro semestre de 2021. O painel foi moderado pelo Diretor Técnico da ABEEólica , Sandro Yamamoto, e teve como debatedores Tiago de Barros Correia, CEO da Reg E Consultoria, Alexandre Zucarato, Diretor de Planejamento, Operador Nacional do Sistema (ONS), Odilon Camargo, Fundador e CEO  da Camargo Schubert, e Rodolfo Coli, Diretor de Comercialização e Regulação da Geração da CPFL Energia.

O&M – Com moderação de André Themoteo, da ABEEólica, a sala de O&M debateu o tema de Modelagem de ativos, medição para faturamento e medições anemométrica. Participaram do painel Carolina Cahete Castro, da CPFL Renováveis, Flavio Rosa, da EPE e Guilherme Rocha, CCEE.

DGBB Comunicação & Estratégia Setor Hoteleiro Sul, Quadra 6, Complexo Brasil 21, Bloco E, Salas 1707 a 1710Asa Sul - Brasília/DF - Telefone: (61) 3547-3060 - www.dgbb.com.brRedes Sociais: Instagram, Facebook, Twitter, Youtube e LinkedIn adicional.Pesquisas de mercado, novas tecnologias e outros temas agregam valor aos participantes.